Viçosa começa a usar água do volume morto da represa da UFV

VIÇOSA (MG) – Como se já não bastasse a falta de chuvas, o problema do abastecimento de água em Viçosa está sendo agravado pela irresponsabilidade de alguns. O nível da represa da UFV, de onde o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) tira a água para abastecer a cidade, está tão baixo que a água já parou de verter para a caixa de captação, obrigando a autarquia a bombear a água do volume morto da represa.

Barragem de perenização, situada atrás do prédio da hidráulica do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa

Em entrevista concedida ao Viçosa News nesta terça-feira (7), o Diretor Técnico da autarquia, Edson Bhering, disse não concordar com a decisão de retirar a água do volume morto da represa. Segundo ele, a melhor solução seria a suspensão temporária das atividades na UFV, uma vez que a água do volume morto só vai garantir o abastecimento por mais 12 dias se o consumo continuar no mesmo ritmo.

A represa próxima ao Supermercado Escola, de onde o SAAE bombeia a água que abastece a cidade, está abaixo do nível. | Divulgação/SAAE

A represa próxima ao Supermercado Escola, de onde o SAAE bombeia a água que abastece a cidade, está abaixo do nível. | Divulgação/SAAE

Edson ainda esclareceu que “o uso da água do volume morto seria viável se tivéssemos previsão de chuva para os próximos dias, mas não temos”, completou. A universidade, por sua vez, mantém-se irredutível e não prevê a suspensão das aulas, que de qualquer forma, será inevitável daqui a alguns dias.

A vazão do sistema de captação da UFV e da cidade, somados, chega a 70 litros por segundo, mas o volume de água que entra na represa não chega aos 40 litros por segundo, explicou Bhering. Esse contraste nos números está causando um déficit de 2,7 milhões de litros de água a menos por dia. Como o volume morto da represa tem aproximadamente 35 milhões de litros de água, podemos calcular que a água vai durar por mais 12 dias.

O racionamento de água na cidade foi confirmado por Edson Bhering, com início previsto para a próxima semana. O comunicado oficial deve ser divulgado ainda nesta semana.