Funcionários da usina de Fukushima são atingidos por água radioativa

A operadora da usina nuclear de Fukushima confirmou nesta quarta-feira que seis funcionários foram expostos à radioatividade após um vazamento de água contaminada devido a um erro humano.

Um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco) revelou que cerca de dez toneladas de água radioativa vazaram na manhã de hoje na central nuclear depois que um funcionário retirou, equivocadamente, um encanamento do sistema de tratamento do líquido contaminado que se acumula na usina.

O funcionário se enganou no momento em que pretendia mudar um dos encanamentos, o que provocou o vazamento de água radioativa que, segundo medições realizadas em agosto, contém perto de 37 milhões de becquerels por litro, informou a emissora de televisão pública NHK.

Os operários demoraram cerca de 50 minutos para mudar o encanamento e conter o vazamento de água contaminada, que não saiu para a área exterior da usina, já que está protegida.

No momento do incidente havia 11 funcionários próximos do vazamento, dos quais seis se molharam com a água radioativa. Por enquanto, a Tepco não revelou o grau de exposição a que foram submetidos, nem as consequências do incidente.

A Tepco e a autoridade nuclear japonesa (NRA, sigla em inglês) estão analisando o estado dos funcionários neste momento.

Trata-se do terceiro erro humano na central em apenas uma semana, depois que a Tepco divulgou dois vazamentos nos contêineres de água contaminada e um problema em seu sistema de filtragem do líquido radioativo, o que gerou críticas da autoridade nuclear japonesa.

Fonte: Folha de São Paulo 09/10/13