Estações de esgoto recebem plantio de eucalipto

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) vem realizando um trabalho intensivo de plantio de mudas de eucalyptus citriodora em estações de tratamento de esgoto. O trabalho visa amenizar possíveis transtornos causados a comunidade, devido ao odor exalado pelos esgotos no momento em que estão sendo tratados. Em um ano, mais de sete mil mudas serão plantadas em todas as cidades sergipanas com acesso a esgotamento sanitário. A ação também atende as recomendações da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

O projeto teve início em 25 de fevereiro de 2013 e consiste na implantação e manutenção de cinturões verdes nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e Estações Recuperadoras de Qualidade (ERQs) operadas pela Deso. O plantio de mudas é feito em formato quincôncio, que consiste em distribuir as plantas de maneira uniforme, garantindo um melhor recobrimento do solo.

Ao todo 12 estações recebem este trabalho, que, até o momento, já realizou o plantio de aproximadamente 1.359 mudas. Entre as cidades atendidas estão Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros, Simão Dias, Lagarto Propriá e São Cristóvão. A previsão é que o projeto tenha duração de 12 meses e até a conclusão dos serviços sete mil mudas sejam plantadas.

Com esta ação, a Deso atende ao marco regulatório ambiental e demonstra à sociedade o compromisso de trabalhar para qualidade de vida de forma sustentável. “Além de integrar positivamente as unidades à paisagem urbana, este trabalho minimiza os odores, previne o aparecimento de vetores, preservando a qualidade dos corpos receptores do efluente tratado, enfim proporcionando o desenvolvimento sustentável do ponto de vista ambiental”, destaca o gestor de Meio Ambiente, Cláudio Júlio Mendonça.

Além do plantio de eucalipto, a Deso realiza outros projetos ambientais. No momento estão sedo realizadas instruções técnicas contemplando áreas específicas para execução de reflorestamento da Barragem do Rio Poxim Açú, ERQs Sul e Norte, com o plantio de mudas nativas e frutíferas, além do acompanhamento de vazão dos mananciais operados pela empresa de saneamento. Todas essas ações são formas encontradas pela Deso para manter o mundo mais sustentável.

 

Fonte: Painel Florestal